Bitcoin é um evento monumental na história da humanidade

BITCOIN

Erik Cason traduzido por Victor Gabriel

8/8/2023

Bitcoin é um evento monumental na história da humanidade
Bitcoin é um evento monumental na história da humanidade

O Bitcoin tem a possibilidade de acabar com a financiamento da guerra, encerrando o dinheiro fiduciário e restaurando a lei e o dinheiro naturais em nosso planeta.

Na última década em que estive envolvido com o Bitcoin, grande parte do meu pensamento sobre ele e o que é mudou e evoluiu dramaticamente.

Hoje acredito que o Bitcoin é o evento mais monumental dos últimos dois milênios da história da humanidade.

Aqui está o porquê:

O Bitcoin só pode ser entendido adequadamente após uma contemplação extremamente profunda. Talvez seja o objeto mais enganador da história da humanidade, e isso tem o objetivo explícito de esconder, ocultar e proteger sua essência, para que pudesse acumular o poder necessário para sua missão extrema.

Essa missão é libertar toda a humanidade do mal que é dinheiro fiduciário e entregar a toda a humanidade à verdade radical que é uma contabilidade honesta e precisa. Somente quando temos uma profunda compreensão do historicismo da relação entre dinheiro e lei é que podemos entender o Bitcoin.

É essa relação entre dinheiro e lei que devemos investigar mais criticamente. Somente quando começamos a desconstruir essas ideias é que podemos começar a ver que estamos lidando com algo que não é dinheiro ou lei, mas algo muito mais astuto.

Somente através de um histórico estudo do dinheiro, lei e guerra podemos entender que o que nos dizem que é ‘dinheiro’ ou ‘lei’ é tudo menos isso. O cenário que temos hoje, onde apenas os governos decretam ser ‘dinheiro’ ou ‘lei’ são considerados como tal.

Isso significa que a lei e o dinheiro não são realmente independentes da afirmação de um governo, mas, em vez disso, são sempre circunstanciais. E isso significa que a ‘lei’ sempre pode ser impotente e seu dinheiro inutilizado por algum decreto de emergência — aquele que suspende (e finalmente depõe) a lei.

Se tanto o dinheiro quanto a lei estão sempre sujeitos a qualquer “emergência”, então sempre haverá uma emergência que pode suspender qualquer um deles — ou ambos. Este pode ser o fato histórico mais importante que existe sobre o dinheiro: o dinheiro fiduciário é gerado por uma “emergência” declarada e existe sob declarações constantes e contínuas de “emergências” — todas as quais beneficiam a riqueza e o poder daqueles que fazem/declaram as “emergências”. E é por isso que o Bitcoin foi criado, por isso foi construído do jeito que é e por isso tem sido cultivado como tem sido.

Não há como ter um dinheiro fiduciário que não esteja sujeito a tais caprichos. Foi dessa forma que as economias do século XX foram sequestradas e direcionadas para o propósito da guerra. É também como setores gigantes da economia foram totalmente capturados para o propósito político de matar, destruir e assassinar.

Hoje não há saída dessa paisagem infernal que chamamos realidade. Os governos de hoje são ordens de magnitudes mais poderosas do que antes, e eles têm na ponta dos dedos o poder real de destruir toda a vida biológica, se assim o desejarem. Isso só é possível através da moeda fiduciária.

Somente neste contexto sombrio podemos começar a entender que o Bitcoin não é apenas o poder salvador pelo qual podemos libertar a humanidade da barbárie fiduciária, mas também é a única esperança que temos de recuperar o controle sobre nossas economias que foram mutiladas por um estado de “guerra infinita”.

Essa é apenas uma das muitas facetas do Bitcoin que torna a tecnologia mais radical existente atualmente e, possivelmente, messiânica no contexto da humanidade. Ele tem a possibilidade de acabar com a financiamento da guerra, encerrando diretamente o dinheiro fiduciário e, assim, restaurando a lei e o dinheiro naturais em nosso planeta.

Este artigo é uma tradução/adaptação do texto “Bitcoin Is a Monumental Event in Human History”

Escrito por Erik Cason

Traduzido Victor Gabriel

Revisto por Lexlíber